26 de junho

Incentivos para o vendedor de móveis: veja os 4 melhores para a sua loja

Quanto mais a sua loja de móveis planejados vende, mais movimentado é o seu fluxo de caixa e maior a rentabilidade de seu negócio, não é verdade? O raciocínio é simples e objetivo, mas você já parou para pensar pela perspectiva de seus vendedores? Sabe quais são os incentivos para o vendedor de móveis que você pode usar?

Coloque-se no lugar deles que não são donos do negócio e o índice de lucratividade ou prejuízo da empresa não faz diferença em suas vidas. Então o que lhes serviria de motivação para vender mais?

Bonificações, comissionamento por vendas e premiações são alguns exemplos de incentivos para o vendedor de móveis que você pode aplicar em sua loja para otimizar as vendas. Se interessou pelo assunto? É sobre isso que falaremos no artigo de hoje. Confira:

1. Comissionamento por vendas

Sem dúvidas, este é o modelo de incentivos para o vendedor de móveis mais antigo e tradicional no setor do varejo.

Seu funcionamento está na simplicidade do sistema: o vendedor recebe uma porcentagem em dinheiro sobre o valor de tudo que vendeu dentro de um determinado período.

Entretanto, muitas empresas implementam algumas “regras” diferentes que são úteis para manter a produtividade e a competitividade da equipe em alta.

Por exemplo, a meta do vendedor da loja de móveis planejados é R$ 50 mil por mês com um comissionamento de 5% sobre tudo o que ele vender. Caso ele não atinja sua meta, ele recebe 3,5% de tudo que vender. Caso ultrapasse a meta e atinja R$ 70 mil ou mais no mês, sua comissão passa a ser 7,5% sobre as vendas.

Essa é uma forma de incentivar o lado positivo da ambição de sua equipe de vendas e fazer com que seus vendedores “vistam a camisa” e lutem para aumentar os resultados do negócio.

incentivos para o vendedor de móveis

2. Bonificações por metas atingidas

Bonificações e comissões são formas de incentivos para o vendedor de móveis. A comissão é, basicamente, uma porcentagem “fixa” sobre todo o valor que o vendedor conseguir alcançar em um determinado período.

Enquanto a bonificação pode ser considerada como um “extra” pelo seu bom desempenho nas vendas do mês. Ou seja, a bonificação é uma premiação que vai além do comissionamento.

Ainda no exemplo do tópico anterior, se o vendedor conseguiu bater a meta de R$ 70 mil da loja de móveis planejados, além de receber seus 7,5% sobre as vendas, ele ainda recebe um valor X preestabelecido.

Muitas empresas trabalham com esse modelo de incentivos para o vendedor de móveis, estabelecendo uma espécie de ranking em que os valores das bonificações aumentam mediante o valor vendido no mês. Os resultados podem ser realmente satisfatórios tanto para a loja quanto para o vendedor.

3. Sistema de premiações para incentivos para o vendedor de móveis

Existem diversos modelos de sistema de premiações que podem ser adotados por sua loja de móveis planejados. Basta analisar qual formato melhor atende ao seu perfil de negócio.

Por exemplo, o modelo mais usual é o que premia os vendedores que alcançarem os melhores resultados na empresa, portanto, um ou mais vendedores podem ser premiados, conforme os critérios da empresa.

Existe também o sistema de premiação em que os vendedores só ganham se a empresa bater sua meta mensal. Ou seja, é preciso que todos se esforcem para vender mais para que os benefícios sejam concedidos.

É claro que o prêmio em dinheiro é o maior incentivo para vendedores que a empresa pode oferecer, mas existem outras opções interessantes que podemos citar, como:

  • – viagens;
  • – passeios;
  • – vale-presentes;
  • – cursos;
  • – folgas;
  • – eletrônicos, como smartphones ou tablets.
  • incentivos para o vendedor de móveis

4. Benefícios tangíveis e não tangíveis

Até agora todos os incentivos para o vendedor de móveis que citamos no artigo podem ser considerados tangíveis. Já que são concretos e palpáveis como dinheiro, viagens, celulares etc.

Benefícios não tangíveis são considerados psíquicos. Ou seja, são aqueles que não têm valor material. Mas podem significar muito para o beneficiado em questão, servindo como força motivadora.

Por exemplo:

  • – promoções de cargo;
  • – símbolos de status;
  • – segurança;
  • – responsabilidades especiais.

Vale lembrar que a loja de móveis precisa saber lidar com os benefícios tangíveis e não tangíveis com equilíbrio e critérios de avaliação consistentes. Isso com o objetivo de não acabar sobrecarregando seus colaboradores e, consequentemente, desmotivando-os.

Achou o artigo sobre incentivos para vendedores útil para sua loja? Então saiba também como reverter situações de quedas nas vendas!

incentivos para o vendedor de móveis

Deixe seu comentário